8.12.12

eu, saia travada me confesso

Tenho mau feitio. Tão, tão mau feitio. Durante muitos anos acreditei que era uma pobre alma incompreendida, mas agora não me iludo. Gosto de provocar, gosto de confrontos, sou sarcástica mas não naquele sentido que agora toda a gente acha que é, se o copo está meio cheio vou virá-lo a ver se fica vazio, falo alto de mais, não gosto que me apontem defeitos, amuo, consigo chorar de propósito, gosto mais dos meus gatos do que da humanidade em geral. Se me conhecessem na vida real (não que eu saia da frente do computador ou assim) odiavam-me e escreviam coisas porcas sobre mim na casa de banho das meninas.

em resposta à pergunta da minha mãe no outro dia


1.12.12

austeridade

Este ano a árvore de Natal é pouco mais alta que eu, e muito pouco frondosa. Segundo a minha mãe, isto é o downsizing do lifestyle.

17.11.12

Eu sabia que o dia ia correr mal assim que vi o palhaço no café da estação a beber uma mini.

10.11.12

a saia travada odeia o natal

A Worten já começou com os anúncios de Natal, com um coro de a cantar sobre televisores LCD. Mudo sempre de canal e faço um barulho que soa como aglihbclncshlidglic. Daqui a pouco não posso mesmo ver televisão.


8.11.12

ursa maior

Vou hibernar. Estou-me a encher de hidratos de carbono e só quero acordar em Abril.

3.11.12

Não sou eu que moro lá, não sou eu que vou votar, mas espero que ganhe o Obama. (Não me venham com merdas de "ah e tal o gajo não fez nada", se o Romney ganhar os EUA vão ficar como um livro da Margaret Atwood)

MAS SERÁ QUE SE SABE DESVIAR?


25.10.12

matemática divertida

A grossura do meu eyeliner e o tamanho das "rabichas" em cada canto à Cleópatra é inversamente proporcional à minha auto-confiança.

transferência de Locard

A minha mãe bebe café de manhã, fica uma marca cor de rosa na chávena e uma pinta castanha na cana do nariz que só desaparece ao fim do dia quando lhe chamo a atenção .

24.10.12

catarse II

Dois dos três discos que comprei estao riscados. Hmph. Dia mesmo de merda, amanhã vais me ver outra vez, Chico da Muzak.

catarse do dia

Incrivel como uma merdica de nada pode estragar um dia que estava ser tão bom, em que se calhar arranjaste um projecto de investigação numa area que adoras; querias ir comprar um vestido com cornucópias mas a loja estava fechada, portanto foste à loja ao lado e compraste três discos por 15€, e conversaste com o senhor da loja que parecia uma mistura de Buster Bluth e Zeca Afonso e sabia o que era Hole e tinha mandado vir o novo disco dos Tom Tom Club - e depois por acaso uma gaja diz que tens nariz de batata (e tu sabes que o tens, saíste ao avô, o papá disse-te que se quisesses arranjava-lo), dentes tortos (dez anos de aparelho para quê? Vais já para casa ligar ao teu primo Zé Carlos que por acaso é o teu dentista) e que tens um olho mais pequeno que o outro (oh, se fosse só esse o problema.)
A minha auto-estima, tal como o resto da minha vida, é uma função harmónica.

19.10.12

a vida está má para quem é comediante

... a bandeira ao contrário
... a UE ganha o Prémio Nobel da Paz
... José Castelo-Branco quer se candidatar à Câmara de Sintra

as piadas fazem-se sozinhas

17.10.12

hole in one

A minha mãe foi à "outra casa" buscar vinho. Quando chegou lá, o portão estava escancarado e uma janela partida de um dos lados da casa. Voltou para casa para buscar o meu pai (e uma espingarda). Eu fiquei em casa com receio do meu pesadelo de sempre se estar a manifestar: ladrões na casa em que passei a minha infância.

Volvidos dez minutos, chegam, com a minha mãe a rir-se como doida. Afinal o meu pai estava a treinar o seu swing de golfe, a bola fez ricochete num muro e partiu a janela. Pensou que perdeu a bola algures no terreno do vizinho e foi-se embora... esquecendo-se de fechar o portão.

10.10.12

que semana de merda

- Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas emigrou;
- tenho TPM
- não sei do meu leitor de mp3

boa viagem

"Because, he said, "I sometimes have a queer feeling with regard to you - especially when you are near me, as now: it is as if I had a string somewhere under my left ribs, tightly and inextricably knotted to a similar string situated in the corresponding quarter of your little frame. And if that boisterous channel, and two hundred miles or so of land some broad between us, I am afraid that cord of communion will be snapt; and then I've a nervous notion I should take to bleeding inwardly. As for you, - you'd forget me.”
-  Jane Eyre, de Charlotte Brontë

1.10.12

nature vs nurture

Ontem no facebook escrevi que família era menos que três mas a partir do momento em que chamas ao acto de defecar "dar banho ao Djaló" e o fazes num buraco do campo de golfe, não quero estar na mesma árvore genealógica, fundo genético ou planeta que tu.

30.9.12

22.9.12

Vivo num país em que uma mãe de 3 filhos menores, um dos quais portador de deficiência, não recebe nada, zilch, rien de rien, zero, repito, nada, do Estado.


18.9.12

jailbait.

"Nymphets are not always the type of girls a normal man would consider the prettiest, but they have a demonic ability to attract men much older than themselves."
-Lolita, de Vladimir Nabokov

Portanto, agora sei o que sou.

15.9.12

ophélia



Ophelia, um dos nomes delicodoces aprincesados que o meu pai me queria dar; significa amante de serpentes, o meu animal preferido desde que me deixaram pegar numa num zoo; Ophelia, de Shakespeare, e a Ophelia Queiroz do Fernando Pessoa, sempre o objecto e nunca o sujeito.
Imagino-a a receber as cartas do Fernando, a lê-las em voz alta às amigas, a rirem-se do oleoso Fernando, dos amorzinhos, bebés e bonequinhas quem sabe escritos sobre a influência do tinto.

14.9.12

sabes que estás velha....

... quando passas por trajados e ninguém te pergunta se és caloira.

infelizmente, nenhum era de quatro folhas

good luck, originally uploaded by Christina Branco.

"I tried taking pictures, but they were so mediocre. I guess every girl goes through a photography phase. You know, horses... taking pictures of your feet." - Lost in Translation, de Sofia Coppolla, 2005

13.9.12

como passar um bom bocado e dormir como um anjinho

1. Tomar 50mg de Seroquel (100mg não, que no outro dia andas aos S e a quereres converter-te ao budismo) antes de deitar
2. Meter-se na caminha com o leitor de música.
3. Ouvir o album Rumours , inteirinho dos Fleetwood Mac, ou então só a última faixa, não sou esquisita.
4.Tune in, turn on, drop out, como dizia o outro




Disclaimer: Não andei no Cerco à procura da cena, tenho receita médica para isto, ok? Drogas são más e caras e provocam a impotência e a aparência do Keith Richards.

walk a mile in my shoes

...mas depois devolve-mos, tá?

12.9.12

prémio anne sexton 2012

Agora era a altura ideal para escrever, só que a musa decidiu ficar à porta do hospital com o resto dos fumadores.

11.9.12

in bedlam

Psiquiatra: Eu não sei porque tens tanta pressa em acabar o curso. Não há empregos!

24.8.12

Há um padre na minha paróquia que não quer deixar a noiva do meu vizinho entrar na Igreja ao som da "Ave Maria" de Schubert, não, tem que ser o que o coro dele decidir. De frisar que isto é um padre com 26 anos e que tem a palavra "buba" no seu endereço de e-mail.

Espero que ele não esteja por aqui se eu me casar, o meu sonho de menina é entrar ao som da Marcha Imperial do Star Wars.

23.8.12

estamos numa de insultar figuras públicas


 "Serve esta crónica para retratar e comentar um certo elemento que existe frequentemente em grupos masculinos e que responde pelo nome genérico de ‘Gordinha’
A Gordinha é aquela amigalhaça companheirona que desde o liceu cultivava o estilo maria-rapaz, era espertalhona e bem-disposta, cheia de energia e de ideias, sempre pronta para dizer asneiras e alinhar com a malta em programas. Ora acontece que a Gordinha é geralmente gorda e sem formas, tornando-se aos olhos masculinos pouco apetecível, a não ser em noites longas regadas a mais de sete vodkas, nas quais o desespero comanda o sistema hormonal, transformando qualquer bisonte numa mulher sexy, mesmo que seja uma peixeira com bigode do Mercado da Ribeira.
A Gordinha é porreira, é fixe, é divertida, quer sempre ir a todo o lado e está sempre bem-disposta, portanto a Gordinha torna-se uma espécie de mascote do grupo que todos protegem, porque, no fundo, todos têm um bocado de pena dela e alguns até uma grande dose de remorsos por já se terem metido com a mesma nas supracitadas funestas circunstâncias. E é assim que a Gordinha acaba por se tornar muito popular, até porque, como quase nunca consegue arranjar namorado, está sempre muito disponível para os mais variados programas, nem que seja ir comer um bife à Portugália e depois ao cinema.
À partida, não tenho nada contra as Gordinhas, mas irrita-me que gozem de um estatuto especial entre os homens. Às Gordinhas tudo é permitido: podem dizer palavrões, falar de sexo à mesa, apanhar grandes bebedeiras e consumir outras substâncias igualmente propícias a estados de euforia, podem inclusive fazer chichi de pernas abertas num beco do Bairro Alto porque como são ‘do grupo’ toda a gente acha muita graça e ninguém condena.
Agora vamos lá ver o que acontece se uma miúda gira faz alguma dessas coisas sem que surja logo um inquisidor de serviço a apontar o dedo para lhe chamar leviana, ordinária, desavergonhada e até mesmo porca. Uma miúda gira não tem direito a esse tipo de comportamentos porque não é one of the guys: é uma mulher e, consequentemente, deve comportar-se como tal. E o que mais me irrita é quando as Gordinhas apontam também elas o dedo às giras, quando estas se comportam de forma semelhante a elas.
Ser gira dá trabalho e requer alguma diplomacia. Que o digam as minhas amigas mais bonitas e boazonas que foram vendo a sua reputação ser sistematicamente denegrida por dois tipos de pessoas: os tipos que nunca as conseguiram levar para a cama e as gordas que teriam gostado de ter sido levadas para a cama por esses ou por outros. Uma mulher gira não pode falar alto nem dizer palavrões que lhe caem logo em cima. Já uma Gordinha pode dizer e fazer tudo o que lhe passar pela cabeça, porque conquistou um inexplicável estatuto de impunidade.
Porquê? Porque não é vista como uma mulher? Porque todos têm pena dela? E, já agora, porque é que quando uma mulher está/é gorda nunca ninguém lhe diz, mas quando está/é magra, ninguém se coíbe de comentar: «Estás tão magra!?»
Como dizia a Wallis Simpson: «Never too rich, never too slim». E quanto às Gordinhas, o melhor é arranjarem um namorado. Ou uma dieta. Ou as duas coisas."


Eu já fui (e sou) uma "gordinha". Não em termos de volume- mas falo alto e digo palavrões, bebo e falo de sexo, só não faço xixi em becos desde os 6 anos, e não tive que pedir autorização a ninguém, chamem-me leviana e porca o quanto quiserem. A Margarida bem queria ser livre assim, mas coitada. Fica-se em ser uma "magra" e a escrever coisas destas. Faça um favor à humanidade e ao sexo feminino em concreto e atire o seu Macbook (aposto que é Apple fangirl) da janela do seu T6.

22.8.12

a nobre tradição e cultura da tourada

 
 
Caro Sr. Joaquim Bastinhas,
Já que você fala em tradição portuguesa, em vou-lhe dar um conselho tradicional. Vá-se foder.
Cumprimentos,
Uma esquerdista de merda
PS: se quiser tradição, vá ver o rancho.
PPS: Esse fato de toureiro é tudo menos maricas.

4.8.12

riots not diets

 (Continuação deste post)
O vestido lindo lindo lindo de renda verde-água serve-me! A menina da loja disse que de todas que viu experimentar era a mim que assentava melhor (e eu acredito, que as lojistas mais novas mentem menos que as mais experientes, a meu ver!)Não posso usar soutien com ele e quando vou a apertar o fecho na parte do peito tenho que recitar um cântico budista vai-me-servir-vai-me-servir-vai-me-servir, mas depois tudo corre bem e pareço uma ninfa do Ave com ele.
Vou arrasar lá no casamento no meio das primas afastadas de Inditex dos pés à cabeça.

pensamento estúpido da uma da manhã

O meu pai costuma dizer "Fizeste a tua cama, agora deita-te nela". (A minha mãe diz apenas "desenmerda-te"). Acontece que eu desfaço a cama antes de me deitar nela. O meu pai deve passar frio de noite.

30.7.12

Portanto, há uma semana e tal iniciei a minha primeira (e última) dieta, devido a um vestido que vi numa loja em 2ª mão mas que está a uma unha negra de me servir.

Peso inicial: 60kg

Peso final (i.e., peso registado hoje): 63,8kg

17.7.12

40ºC

O que eu mais detesto sobre o calor é que ao menos com o frio, põe-se mais roupa e deixa-se de ter frio. Com calor, podemos tirar a roupa toda que ainda é pior, queimaduras solares e tal.

16.7.12

da auto-estima

Alguém me explica como é que é suposto usarmos aqueles biquinis que são uma colecção de triângulos com fios sem termos um wardrobe malfunction à la Janet Jackson no Super Bowl? Agora só me serve um fato-de-banho preto meio 50's que ou me faz parecer uma pin-up ou a minha avó, dependendo do meu estado de espiríto e do observador (especialmente se este for um moço de 16 anos que se põe estrategicamente na praia para ver as gajas).

Sou uma baleia morta que deu à costa, estou de barriga inchada no areal e cuidado que com os gases da decomposição ainda expludo.


(e esta merda toda porque tirei 76% num teste psicotécnico de aptidão verbal e depois claro, há o seguimento normal de ideias, "sou burra" -> "sou gorda" -> "sou feia" )

14.7.12

o meu cabelo parece... (pergunta de escolha múltipla)

a) cortado por Eduardo Mãos-de-Tesoura, que agora sofre de doença de Parkinson
b) lenta mas determinadamente roído por ratazanas enquanto eu estava em coma
c) pintado por uma cabeleireira daltónica
d) todas as anteriores

9.7.12

parabéns, courtney


I'm Miss World, watch me break and watch me burn 
No one is listening, my friend
Now I've made my bed, I'll lie in it
I've made my bed, I'll die in it

4.7.12

pipoca

O meu gato tem a mania de tentar "cobrir" os meus livros, apontamentos e tabela periódica como faz na caixinha de areia dele.

Ele percebe.

16.6.12

sobre a ed.física e as pessoas que fizeram demasiados remates de cabeça

Educação Física não vai contar para a média final do secundário (publico.pt)

E agora uma bonita tertúlia facebookiana, com desporto, fatism e muita burrice à mistura. E já agora, se têm algum familiar/amigo ou até vocês próprios com cancro, saibam que muito provavelmente foi de ficar no sofá. E se são obesos, vocês não sabiam o que estavam a fazer, coitadinhos, mas o vosso amigo azulinho ajuda-vos, que ele é tão bom moço.



14.6.12

a saia travada vai estar por lá, tragam-me pataniscas para o piquenique


Slutwalk Porto, marcha das galdérias, um movimento pela autodeterminação sexual, pessoal e sexualidade afirmativa, pelo retomar dos direitos sobre o próprio corpo, pela ocupação livre do espaço público pelas mulheres e término da rape culture e culpabilização das vítimas.
Nascido em Toronto, após um elemento da polícia se ter referido a casos de violações como culpa das vítimas, devendo estas usarem decotes mais pequenos e saias mais compridas, usa o termo Slut, Galdéria, vadia, como nomeação de poder que alerta para esta necessidade de educar para o respeito, de focar a educação masculina na não violação.
Pede um focar nos culpados e não nas vítimas, alerta e consciencializa para os casos de assédio e para a perda de espaço público sofrida pelas mulheres enquanto se continua a estimular uma cultura de medo.
Não é Não, sempre que for dito.
 
Programa: 
- Concentração às 19:00h com pic nic galdério;
- Saída da Marcha às 22:00.
- Tragam cartazes;
- Confecção de cartazes durante o pic nic;
- Venham lindxs e expressem sua liberdade, a marcha é para todxs!

Evento FB - www.facebook.com/events/144376162364961

 

13.6.12

Azaria foi mesmo levada por um dingo em 1980

Azaria foi mesmo levada por um dingo em 1980
"Uma médica legista australiana concluiu, passados mais de 30 anos, que foi afinal um dingo [um cão selvagem comum na Austrália] que levou a recém-nascida Azaria Chamberlain de uma tenda, em 1980, ilibando assim os pais da criança, que alegaram a sua inocência."

Um dia vamos descobrir que a Maddie McCann foi levada por um Castro Laboreiro vadio.

11.6.12

hormocional

Tenho síndrome pré-menstrual.
Depois síndrome menstrual.
Depois síndrome pós-menstrual.
E depois ainda síndrome ante-pré-menstrual.


Hormocional (adj.) - conjugação de hormonas + emocional
Não sei que é que me faz mais impressão, mães no comboio que dizem aos filhos para se portarem bem ou vem o "sr. pica bater-lhes"; ou as mães, como esta dois bancos atrás de mim, que enquanto o filho quase vaza os olhos aos passageiros com a ponta do guarda-chuva (a sério, como é que esta gente aguenta?) diz "não gosto de ti hoje."

9.6.12



Pergunto-me se na Polónia e na Ucrânia vão passar os próximos 3 anos a dizer coisas como "Gastaram tanto dinheiro nos estádios e hospitais e reformas é uma desgrácia. É por isto que este país está como está."

3.6.12

13.5.12

da insónia.

"Infelizmente, a única coisa errada em ser uma sobrevivente é que tens de estar sempre a meter em problemas para mostrar o teu dom."- Carrie Fisher

Quando era pequena, partia paliteiros ou outras coisinhas de cerâmica só para as voltar a montar com super-cola. Agora evoluí para algo maior de partir, mas a super-cola já não está no lugar habitual no frigorífico e estou de cacos na mão, são 3 e meia da manhã e só quero dormir.

8.5.12

a todos os que ainda usam o velhinho rolo... ou tenham negativosantigos para digitalizar


TRIBUTE TO AN OLD FRIEND, originally uploaded by msokal.

Caros leitores, também estão fartos de pagar balúrdios para digitalizar negativos de 35mm com péssima qualidade, não importa correrem a cidade inteira à procura de melhor? Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas é capaz de comprar um scanner de negativos que faz imagens de 24MP a partir de negativos. Haverá por aí interesse em digitalizar por um preço razoável? Comentem aqui e passem palavra.

6.5.12

orquídeas para o dia da mãe a 5€! só no continente!

a passarinho é que me lembrou que a filha da Joan Crawford partilha o nome com a saia travada


Não preciso de um dia engendrado pelo consumo para agradecer à minha mãe e dizer o quanto a amo. O dia especial dela é o dia em que nasceu, aí sim festejamos. Hoje vamos ficar por cá a ver o CSI.

5.5.12

a saia meeeeeeesmo travada

Não caibo no raio da saia do traje. Alguem sabe de um cirugião que retire as costelas flutuantes assim rapidinho?

30.4.12

os tontos chamam-lhe torpe

Pai: O Pinto da Costa tem um problema de dicção qualquer, não tem?
a saia travada: Chama-se ser do Norte.

22.4.12

dirty little secret

com 1ª parte por All American Rejects

(wtf. voltamos a 2004? a saia travada em versão idade do armário está a gritar como uma pita actual pelo Justin Bieber.)

20.4.12

e porque nunca falei de Game of Thrones aqui


Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas says (23:02)
que é para não dizer que ele é um bastard para as personagens just because

a saia travada says (23:03)
tipo George R.R. Martin

Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas says (23:04)
é?

a saia travada says (23:04)
pelo menos ouço toda a gente a queixar-se
estou ansiosa por ter o kindle para finalmente ler
mas aquilo é só bloodbaths e incesto, cenas assim macabras

Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas says (23:05)
bloodbaths, incestos, same shit
(well, se a gaja for virgem xD)

19.4.12

notícias de mim

E o motivo para recentemente não haver tantos posts no blogue é que ultimamente não tenho andado deprimida, logo não tenho vontade de escrever.

Ah, e recomecei a fazer ballet e quase que não consigo andar.

(vou deixar de ligar a saia travada ao meu facebook pessoal, btw. há que separar os meus egos.)

7.4.12

nostalgia...

...de quando a mamã escondia ovos cozidos por toda a casa, que não eram todos Benetton como estes aqui ao lado, eram vermelhos e amarelo-esverdeado da casca de cebola e oliveira, mas não deixavam de ter a sua graça. E de quando fazia um caminho de amêndoas para me guiar até ao que o coelhinho da Páscoa me deu (um ovo de chocolate do Sporting, normalmente.) E depois o ovo começava a ficar sem alguns bocados, sem eu ter tocado nele, e ela dizia que havia ratos em casa... Tantos anos que acreditei na infestação de ratos naquela casa.

nunca me canso de me rir com isto




reparem como a primeira frase disto é um micaelense a dizer "não há pão quente"

31.3.12

quanto mais conheço os humanos...

 ... mais gosto de animais.
Há uns dias atrás, numa florista/loja de animais à beira de minha casa que parecia ter fechado, ouviu-se todo o dia um alarme. A minha mãe disse ao passar "Queira Deus que não sejam os animais lá dentro".

E hoje a capa do jornal da terrinha foi uma série de canários mortos (e uma iguana toda seca na página 3). Parece que tinham montes de divídas, fecharam a loja (com a bicharada toda lá dentro) e puseram-se a monte para o estrangeiro.Foi uma vizinha minha ter ouvido piar lá dentro que chamou uma associação de animais que chamou a polícia. Parece que alguns animais ainda sobreviveram a quase uma semana sem água ou comida e estão em recuperação.

24.3.12

e o melhor comentário sobre a violência policial vai para...

"Então, eles deram pancada nos manifestantes, porque não haveriam de dar também aos jornalistas?"

- dito por uma pessoa com toda a seriedade.

23.3.12

and Iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

A Whitney claramente não aprendeu com o Jim Morrisson que não se toma drogas e depois se toma banho. É assim tão difícil de decorar? É como o "não cortes as unhas dos pés depois de jantar".

16.3.12

ah, young love.

É sempre bom quando dois amigos teus começam a namorar. Porque assim não tens que aturar o(s) novo(s) namoradx(s) dos teus amigos.

8.3.12

feliz dia da mulher

Era tão bom que em vez de irem fazer jantaradas de mulheres e depois ir para discos/bares de strip com ladie's night ou um jogo "só para meninas" de cores de soutien e onde pousamos a carteira no facebook, dedicássemos o dia com debates sobre o que falta na defesa dos nossos direitos, angariações de fundos para cancros exclusivamente femininos e da mama e de apoio a mulheres em países sub-desenvolvidos (e não só, Portugal bem precisa de mais e melhores casas de apoio à vítima).
Mas não, a sério, celebremos o aniversário da SIC Mulher, afinal nós só gostamos de programas de culinária e decoração.



Outra que me tira do sério: "não sou nada feminina, só me dou com rapazes, one of the boys, sabes?" Sei. Queres uma puta duma medalha por no teu subconsciente achares masculinidade > feminilidade?

24.2.12

sou uma mulher tóxica

tal como a minha mãe e a minha avó, e com muito orgulho.



"Se tu és um homem a viver na Europa ou nos EUA, ou em qualquer outro lugar onde o feminismo já tenha infectado as mulheres locais (Portugal, Brasil, etc)" afinal Portugal não faz parte da Europa, mas eu sempre soube disso.

"Por exemplo, se uma feminista declara que as mulheres são "o motor da sociedade", e tu lhe apontas para o facto de todas as grandes descobertas científicas e tecnológicas da Humanidade terem sido feitas por homens, apesar do que tu dizes ser uma constatação óbvia e historicamente correcta, a feminista pode considerar isso "um ataque às mulheres". Marie Curie, Lynn Margulis, Rosalind Franklin, Ada Lovelace, Hipátia de Alexandria, do topo da minha cabeça, que podiam ser muitas mais se houvesse oportunidades iguais nos seus tempos.

"Se estiveres para entrar num elevador, e vires que vais ficar sozinho com uma feminista, vai pelas escadas."




Cuidado, Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas. Foge enquanto podes.

17.2.12

O berço da Humanidade é a África Sub-sariana. Onde agora tudo morre de pobreza.
O berço da Civilização é a Mesopotâmia. Ou seja, o actual Iraque.
O berço da Democracia é a Grécia... têm visto o telejornal ultimamente?
E onde se está melhor agora... são os países nórdicos. Exacto, de onde vieram aqueles Vikings bárbaros e tal.

16.2.12

e ai de quem me disser outra vez para lhe dar um relógio

Vocês homens deixaram de ter vícios (ou de estes serem socialmente aceitáveis e talvez até chiques e muito masculinos) e agora para se comprar uma prenda para vocês é o diabo. Dantes arranjava-se um daqueles cantis de bolso para o Jack Daniel's, um Zippo ou uma cigarreira e 'tava a andar.

3.2.12

calling Dr Freud...

Hoje queria ligar ao meu pai e por engano liguei ao meu namorado.

Depois queria ligar ao meu namorado e ia mesmo a ligar ao meu pai.

1.2.12

pornografia literária

Já chegaram os livros todos que mandei vir pela Amazon.co.uk (usados,mas em bom estado, alguns parecem que nem os leram) com o dinheiro que os meus avós me deram por Natal. Portanto, no fundo, é a prenda deles. Obrigada, bobós!

Então, a contar de cima, temos:
Breakfast at Tiffany's - Truman Capote
Lucifer's Hammer - Larry Niven & Jerry Pournell
Mildred Pierce - James M. Cain
Looking for Alaska - John Green
Oryx and Crake - Margaret Atwood
The Handmaid's Tale - Margaret Atwood
Middlesex - Jeffrey Eugenides
The Great Dune Trilogy - Frank Herbert
Dirty Blonde: The Diaries of Courtney Love - Courtney Love

29.1.12

ó cara rtp...

Eu até estava a gostar do telefilme, A Princesa, na RTP1. Adolescentes a portarem-se como adolescentes, não bonitos como modelos nem vestidos para a night quando vão para a escola, com diálogos credíveis e uma personagem principal que dá vontade de lhe dar uma estalada de tão convencida que é.
A rapariga ia a ser violada, perde todos os amigos e ... calma aí. A quase-violação parece outra tentativa de "castigar" a rapariga por parte dos argumentistas.


E é por coisas destas que fui à Slutwalk.

18.1.12

aventura portuenses do dia, II

Voltei à loja de fotografia para pegar no Ilford XP2 Super 400 que deixei lá a revelar. O senhor lembra-se da minha cara, e diz "É virgem."
-Desculpe?! (não gosto que façam suposições sobre o meu signo astrológico)
-O rolo, não foi exposto. Está virgem. A menina ou trocou o rolo ou a sua máquina está avariada.


E lá fui eu Cedofeita fora, a sentir-me como uma criança que recebeu um bocado de carvão no sapatinho de Natal. Não sei mesmo o que aconteceu.

16.1.12

e falando em nomes...

No penúltimo dia de 2011, ouvi no Santini de Cascais uma mãe dizer à sua filha de 4/5anitos, num sotaque afectado, "Caetana, não têm caramelo, quer chocolate?". Eu e Aquele Que Não Gosta De Saias Travadas fomos todo o caminho embora a gozar com tal nome desesperadamente pseudo-chique e que faz lembrar a Duquesa de Alba. Ora, não é que nos dados oficiais do Ministério da Justiça divulgados pelo DN nasceram em 2011 36 Caetanas, mais do que Lúcias, Tânias, Rosas e (gasp!) Cristinas1.

Tenho uma panca por nomes desde que me lembro. Vem da cambada de nomes estranhos na minha família (Adaltivas, Socorros de Jesus, Saturninos, Viriatos, Zulmiras e Alcinos, todos q.b.), de todas as Barbies, bonecas e peluches que tinham que ter um nome, e de guardar nomes e apelidos para personagens para o meu futuro brilhante de romancista (tosse tosse).

1 se bem que como nunca posso deixar de afirmar, esse não é bem, bem o meu nome


PS: Lembrei-me agora que Rebeca é um dos nomes do Cem Anos de Solidão!

15.1.12

tens que ser forte, filha imaginária.

Hoje descobri que não só o nome que eu daria a uma filha (Rebeca) vem da palavra hebraica para "forca", como "rabeca", que eu pensava ser um simples nome comum para violino é outro nome para o período. "Ó Rebeca, estás com a rabeca?", ri-se a minha mãe, como se o nome dela fosse muito melhor.

(não quero ter rapazes porque não gosto de nenhum nome de rapaz. Nenhum mesmo, se me calhar um na rifa chamo-lhe Coiso.)

13.1.12

Hoje faz anos que os meus pais tiveram o primeiro encontro. E também era uma sexta-feira.

10.1.12

marias-chuteiras, como lhes chamam no Brasil



As namoradas dos jogadores da bola nunca são gordinhas, baixas e de óculos, com um interesse por literatura russa e ficção científica, pois não?

8.1.12

caraças, a blogosfera portuguesa está a começar a parecer o Mean Girls mas sem o humor

Isto é a primeira e única vez que falo desta merda aqui, mas os blogs não são para vocês dizerem o que vai mal com as vossas amigas, inimigas, papás e o hamster e ameaçar as pessoas de porrada velha quando nem uma aranha conseguem espalmar. As ruas não são os vossos ringuezinhos de boxe, ao menos ameacem com armas de fogo ou a máfia siciliana ou assim.  Over and out.

breaking very important news!

E parece que a Beyoncé deu hoje à luz uma menina chamada Blue Ivy. Espero que os genes da mãe sejam os mais dominantes, sinceramente.



Voltamos à programação habitual quando eu tiver mais alguma coisa de jeito para escrever

7.1.12

batam-me, por favor

Estou a pensar em comprar um Kindle como prenda de anos para mim própria. Ainda tenho muito tempo para pensar e mudar de ideias (afinal é daqui a exactamente 4 meses) mas se quando saíram eu os achava uma tecnologia de Lúcifer destinada a arruinar a palavra escrita, agora até acho piada. Posso por lá pdfs de livros da faculdade, comprar livros que sei que não vou ler mais do que uma vez e por isso não merecem lugar nas minhas estantes.
Não vai de certeza, pelo menos no meu caso, fazer com que deixe de comprar livros em papel e a cheirar a novo ou a mofo. Até porque tenho uma lista enorme com que gastar o meu dinheirinho do Natal nos usados da Amazon.co.uk, logo que acabem os exames.

Adenda: o Kindle deveria ser à prova de água, para combinar com o meu gosto de ler livros na banheira.

3.1.12

legalizasses!

Já há uns bons 5-6 anos que tive esta discussão com colegas de escola e professores até, batam na Chris que o país dela manda para trás os imigrantes ilegais portugueses, ai que o Canadá e por conseguinte eu não gostamos de Portugal. Cá vai, once more with feeling:
Não tenho peninha nenhuma da família Sebastião que coitadinha, imigrou para o Canadá e achava que aquilo era tipo o Éden mas um bocadito mais frio e com alces. Então, estavam lá há sete anos, nasciam bebés e tal mas nunca se lembraram de se legalizar, num dia era porque dava hockey, no outro era porque estava um metro de neve, e no outro porque estava um calor húmido infernal (isto totalizam todos os dias do ano no Canadá.) Depois tentam o estatuto de refugiados, que obviamente é recusado (isso funcionava nos anos 50, "ai que eu sou Testemunha de Jeová e lá na Salazarlândia perseguem-me").
O Governo deixava que uma das filhas, casada com um turco (devidamente legalizado) e a sua filha pequena permanecessem no país, mas nãaaao, a famelga toda tem que ir toda junta (Pátria! Família! Só falta Deus) para Rabo de Peixe, uma das povoações mais pobres do país onde pelo menos o tempo é mais ameno e a menina nunca será confrontada com a Céline Dion.
.